Revista Saúde Perss
CAPA | ENTREVISTA
Dra. Lana Maria Pereira da Silva
Médica Psiquiatra
CRM 52 69489-4

Revista Saúde Perss

Dr. Frederico Cesário
Otorrinolaringologista
CRM 52 67317-0
Especialização em otorrinolaringologia na UNIRIO

fredericocesario@yahoo.com.br
CONGESTÃO NASAL
A congestão nasal não é uma doença, mas uma manifestação presente em diversas afecções do sistema respiratório superior. Na maioria das vezes, ocorre por causa de viroses respiratórias (gripes ou resfriados) ou reações alérgicas (rinite alérgica), podendo estar ou não acompanhado de coriza. A congestão nasal é uma obstrução das fossas nasais por consequência da inflamação da mucosa que cobre as paredes interiores das fossas nasais.

A inflamação provoca um excesso de produção de muco que dificulta a respiração, e inclusivamente, em alguns casos, provoca vermelhidão no lábio superior e no nariz.

As causas são diversas como:

•  Gripe;
•  Alergia;
•  Sinusite;
•  Bronquite;
•  Laringite;
•  Rinite;
•  Alergias alimentares;
•  Inalação de substâncias irritantes;
•  Cigarro...

E os sintomas da congestão nasal são:

•  Dificuldade respiratória;
•  Muco líquido e abundante;
•  Febre (por vezes);
•  Espirros;
•  Dor de ouvido;
•  Dor de garganta;
•  Dor de cabeça;
•  Olhos lacrimejantes, etc...

Quando sofremos de congestão nasal é muito importante a hidratação para eliminar a mucosidade e existem “remédios” antigos para ajudar a descongestionar as vias respiratórias como: o eucalipto que se usa na inalação e vaporização e ajudar a expulsar o muco. Se colocarmos uma cebola cortada ao meio na mesa de cabeceira poderá ajudar na recuperação da congestão nasal. Há também a camomila que é usada da mesma forma que o eucalipto em vapores.

E ainda existem outros remédios contra o nariz entupido: um dele é o soro fisiológico introduzido nas fossas nasais; descongestiona a mucosidade e é ideal para as crianças.

Existe também uma espécie de dieta para a congestão nasal. Quando estamos muito congestionados, convém evitar os produtos lácteos e o excesso de farinhas, como:
•  Pão;
•  Cereais;
•  Massas, etc...

Evitar a ingestão de alimentos picantes:
•  Gengibre;
•  Pimenta;
•  Alho, etc...

Recomendamos que consulte o seu otorrino caso a obstrução nasal se mantiver, pois o seu caso, que é só seu, com as suas particularidades, não é o mesmo do seu vizinho ou da internet.

Compartilhe

Fale Conosco

Para conhecer mais sobre a nossa revista, enviar dúvidas, sugestões ou comentários você só precisa preencher os campos do formulário abaixo.