Revista Saúde Perss
CAPA | ENTREVISTA
Dayane da Silva Alves
Fonoaudióloga
CRFa 1-15314
Revista Saúde Perss

Rayara Pessanha Morisson Rangel
Nutricionista
CRN-4 - 16100524
rayarapmrnutri@gmail.com
ALIMENTAÇÃO NA TERCEIRA IDADE
Ao longo dos anos, nosso organismo passa por diversas mudanças, especialmente a partir dos 60 anos, quando entramos na chamada “terceira idade”.

A perda de massa muscular, diminuição do apetite e constipação intestinal (prisão de ventre) são alguns resultados dessas mudanças.

Uma alimentação saudável e equilibrada, assim como em todas as fases da vida, é também de grande importância na terceira idade, auxiliando na prevenção e combate desses e de outros sintomas e evitando o comprometimento do estado nutricional do idoso.                                                  
Dessa forma, é importante investir em uma dieta:

•  Fracionada! Realize um número maior de refeições por dia, de menores volumes. Além das refeições principais como: o café da manhã, almoço e jantar, inclua pequenos lanches nos intervalos dessas refeições, à base de frutas, iogurtes e oleaginosas (castanhas, amendoas, nozes...).

•  Rica em fibras! As fibras, encontradas em frutas, verduras, legumes e cereais integrais são de grande importância para o funcionamento adequado do intestino, prevenindo a constipação intestinal. Além disso, auxiliam no controle da diabetes e do colesterol alto.

•  Adequada em proteínas! As proteínas são nutrientes que auxiliam no combate à perda de massa muscular, condição que merece atenção, por estar diretamente relacionada a desequilíbrios e quedas constantes. Invista em uma dieta com a presença de leite e seus derivados, carnes magras, ovos e leguminosas (feijões, lentilha, grão de bico...) que são alimentos ricos nesse nutriente.

Vale a pena destacar outros pontos importantes sobre a alimentação na terceira idade: Desfrutar da companhia de familiares e amigos tornam as refeições ainda mais agradáveis e prazerosas e estimulam o apetite. Comer devagar, mastigando bem os alimentos, garante uma melhor digestão, evitando o mal-estar após as refeições e contribuindo para uma melhor absorção dos nutrientes ingeridos.

Além disso, são comuns os casos de desidratação na terceira idade, resultante principalmente da diminuição da sensação de sede e consequentemente do consumo de água. O ideal é não esperar a sede chegar e beber pelo menos 8 copos de água por dia. Levar uma garrafinha de água com você e estabelecer horários para hidratação, são medidas válidas para manter uma ingestão hídrica adequada. Água de coco e sucos naturais também são boas opções para manter-se hidratado. E atenção! Cuidado com os excessos! Gorduras, açúcar e sal devem ser consumidos com muito cuidado e moderação.

Mas lembre-se que as necessidades nutricionais tornam-se diferentes em condições especificas de saúde, por isso, é sempre importante consultar um nutricionista antes de iniciar qualquer mudança alimentar, para uma orientação individualizada e, portanto, mais adequada.
 
Almoço: arroz com lentilha, filé de frango grelhado e salada de alface, tomate, cenoura e beterraba ralada.
Jantar: creme de abóbora com gengibre e ervas. 

Compartilhe

Fale Conosco

Para conhecer mais sobre a nossa revista, enviar dúvidas, sugestões ou comentários você só precisa preencher os campos do formulário abaixo.