Revista Saúde Perss
CAPA
Clínica Proteus

ENTREVISTA
Dr. Leonardo Bacelar
Clínica Médica e Psiquiatria Clínica
CRM 52 64691-1
Revista Saúde Perss
Dr. Carlos Fabian Seixas de Oliveira
Médico-Oftalmologista
CRM 5270262-5
Diplomado pela FMC
Membro do CBO e SBO
carlosfabian@globomail.com
PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE CATARATA
O que é catarata?
Catarata é a perda de transparência da lente natural dos olhos, o cristalino, diminuindo a visão.

Quais os sintomas que posso sentir?
No início da catarata podem nem haver sintomas significativos, com pequenas distorções da visão. Em cataratas mais avançadas, o paciente sente embaçamento visual com dificuldade para exercer suas atividades diárias.

Quais são os tipos de catarata?
Elas podem ser congênitas, secundárias ou senis.

Crianças podem ter catarata?
Sim, as crianças podem nascer com catarata.

Existe algum tratamento para catarata na criança?
Sim, o tratamento é sempre cirúrgico e deve ser feito o mais precocemente possível, sob pena de danos irreversíveis para a visão do enfante.

Como é tratada a catarata nos adultos?
Em casos iniciais, o tratamento da catarata pode dispensar a cirurgia, com o uso de óculos. Porém, esse tratamento é transitório.

Existem colírios que tratam a catarata?
Não há comprovação científica para uso de colírios para o tratamento clínico.

A cirurgia de catarata é a única opção em cataratas avançadas?
Sim.

Como é a cirurgia de catarata?
A cirurgia de catarata chama-se facectomia com implante de lente dentro do olho para substituir o cristalino doente. A facoemulsificacão ultrassônica é a mais usada e mais eficaz com corte mínimo na esclera. Existe também a cirurgia extracapsular, onde o corte é maior e pode trazer mais riscos, porém é indicada em alguns casos, a critério do médico oftalmologista.

Existem cirurgias de catarata a laser?
Atualmente, existe a cirurgia de catarata assistida com laser de femtossegundo, que precisa de mais estudos científicos para sua comprovação de eficácia.

Preciso tomar anestesia geral para operar a catarata?
Não, a anestesia é local podendo ser feita com a técnica retrobulbar ou mesmo com colírios anestésicos. A sedação do paciente pode ser utilizada também, a critério do oftalmologista.

Como é o pós-operatório?
Caso a cirurgia seja feita com incisão mínima, a recuperação é mais rápida e indolor, necessitando de uso de colírios e repouso nos primeiros 15 dias.

Preciso ficar internado para operar a catarata?
Não. Apenas necessita de alimentação leve no dia anterior à cirurgia, devendo manter o uso de medicamentos contínuos, exceto anticoagulantes, que devem ser interrompidos dias antes do procedimento. A alta é dada no mesmo dia após a cirurgia.

Quais os riscos de se operar a catarata?
Os riscos de complicações são pequenos, pois a cirurgia é muito segura, com internação de curta permanência (day clinic). Porém, ela deve ser realizada em centro cirúrgico, com esterilização criteriosa de materiais.

Posso operar os dois olhos no mesmo dia?
Não, a cirurgia deve ser feita com espaço de poucos dias de um olho para o outro.

A cirurgia de catarata pode corrigir o grau de óculos que renho?
Sim, pois a cirurgia de catarata é também um tipo de cirurgia refrativa, corrigindo o grau. Isso ocorre, porque a lente implantada dentro do olho possui graus variáveis e é colocada de acordo com o tamanho dos olhos e a curvatura da córnea do paciente, fazendo com que ele possa abandonar o uso dos óculos em definitivo. Porém, em graus muito elevados de miopia, hipermetropia e astigmatismo, o sucesso dessa correção é menos previsível e menor.

A partir de que idade é possível operar a catarata?
A partir de 2 anos de idade, já se pode implantar uma lente intraocular nos pacientes e realizar a cirurgia. Em menores de 2 anos, existem controvérsias científicas para esse implante.

Compartilhe

Fale Conosco

Para conhecer mais sobre a nossa revista, enviar dúvidas, sugestões ou comentários você só precisa preencher os campos do formulário abaixo.