Revista Saúde Perss
CAPA | ENTREVISTA
Dr. Marco Antônio Neves Iack
Farmacêutico Bioquímico
CRF-RJ 6597
Revista Saúde Perss
Caroline Rangel Paes
Fisioterapeuta da Clínica Espaço Pilates e HEAA
CREFITO 35313-F
Diplomação na Universidade Gama Filho formação em Pilates e RPG
paes.caroline@gmail.com
OS BENEFÍCIOS DO PILATES PARA CORREDORES
O pilates e a corrida são um dos assuntos nos quais mais gosto de estar envolvida, pois sou apaixonada por esses dois tipos de atividades! Eles são ótimos aliados, porque o pilates proporciona um alinhamento mais neutro e eficiente do corpo para uma corrida mais segura, logo, com menos gasto energético e sobrecarga, evitando as lesões! E é esse ponto que quero chegar...as temíveis lesões!

A corrida de rua, nos últimos anos, vem crescendo cada vez mais, pois as pessoas tem aderido à prática, pelo fato de a corrida ser uma atividade democrática, melhoram a qualidade de vida, ajudam na perda de algumas calorias, além de nos fazer pertencentes a um determinado grupo. Também é fácil começar, só precisa, na verdade, de um tênis apropriado e uma rua pra iniciar! Há coisa melhor e de bem comum a todos? Mas é aí, nessa euforia, que as lesões podem aparecer. A grande maioria dos corredores amadores não procuram uma orientação profissional, ficando mais suscetíveis a lesões.

Uma das atividades que tem auxiliado bastante esses praticantes de corrida na prevenção de lesões e, em alguns casos, na reabilitação, caso já tenha uma lesão, é o método pilates.

“Pilates devolve um corpo uniforme, corrige posturas erradas, restaura vitalidade física, revigora a mente e eleva o espírito” (Joseph Pilates).

A corrida de rua causa no corpo um impacto constante, um dos motivos de aparecerem lesões por “overuse” ou estresse repetitivo. No “trail run”, o atleta passa por muitos deslocamentos laterais, subidas e descidas, mudanças de terreno e “single tracks” (saltos para desviar de troncos, galhos, riachos...). Nesse último caso, as lesões costumam ser mais agudas, como: fraturas, entorses, distensão muscular, fadiga muscular ou instabilidade. Existe aí uma distribuição de carga maior entre mais músculos e articulações quando comparada com os movimentos constantes da corrida de rua.

As lesões mais comuns em corredores de rua são:

Síndrome do trato iliotibial;
Síndrome patelofemoral;
Canelite ou síndrome do estresse tibial medial;
Tendinite de calcâneo;
Fascite plantar.

O pilates é assim um método que beneficia tanto no tratamento, como na prevenção dessas lesões. No caso de o atleta já possuir uma lesão, o pilates pode auxiliar inicialmente na reabilitação, e depois como condicionamento físico, trazendo todos os benefícios para tornar possível seu retorno à prática da corrida.

Trabalhar com atletas é sempre gratificante, pois geralmente, eles querem evoluir, têm constância e persistência.

Há exercícios específicos que ajudam a melhorar:

A flexibilidade e auxiliam o ganho de ADM (Amplitude de movimento) – passada de mais qualidade;
O fortalecimento muscular: reequilíbrio muscular e corpo mais resistente a competições mais longas, diminuindo a fadiga precoce;
A postura adequada: evita compensações, já que a postura correta resulta em um menor gasto energético;
A respiração: controle respiratório, melhorando a capacidade pulmonar;
O equilíbrio: aumenta o desempenho e evita lesões graves;
A consciência postural e coordenação: melhora o desempenho e evita lesões;
A técnica de corrida: trabalhos com exercícios específicos para a mecânica da atividade;
A sobrecarga na coluna: fortalecimento e estabilização da musculatura abdominal, paravertebral e transverso, para reduzir dores na região lombar.

É importante ressaltar que as pessoas não precisam evitar se exercitarem pensando que podem ou não ter uma lesão. No entanto, se faz necessário utilizar recursos para evitar lesões e minimizar os impactos gerados no corpo, em decorrência da atividade.

É fundamental conhecer a biomecânica da corrida, para que os estímulos, durante a aula de pilates, sejam assertivos e funcionais, fazendo com que os alunos sintam os resultados e consigam evoluir cada vez mais. O pilates tem uma proposta muito interessante no que diz respeito à preparação do corpo para que a atividade seja bem sucedida.

O ideal é unir esse método maravilhoso à corrida, e assim, proporcionar um aumento da sobrevida, uma melhora da qualidade de vida, diminuição do estresse, tensão, depressão e tantas outras doenças, que podem ser evitadas quando se pratica uma atividade física. 

Compartilhe

Fale Conosco

Para conhecer mais sobre a nossa revista, enviar dúvidas, sugestões ou comentários você só precisa preencher os campos do formulário abaixo.