Revista Saúde Perss
CAPA | ENTREVISTA
Dra. Jodinéa Melo Maurício Cesário
Pediatra e Médica do Trabalho
CRM 52 7572-76
Revista Saúde Perss
Dr. Guilherme Alcantara Cunha Lima
Clínica Médica e Endocrinologia
CRM 52 81756-2
Mestre em Endocrinologia pela UFRJ
gaclima@yahoo.com.br
DESEJO PERDER PESO - QUAL DIETA A SEGUIR?
Você que deseja perder peso já deve ter ouvido falar sobre a dieta do jejum intermitente ou sobre dieta low carb. Além disso, pode ter ouvido falar em dieta Dukan, do Mediterrâneo, cetogênica, DASH, paleolítica e por contagem de pontos. Seria correto retirar o glúten e a lactose da refeição? Está correto o uso de shakes? E quanto aos substitutos de refeições? Suco detox, chás e água com limão são bons? Quanta confusão na hora de se decidir pela melhor opção. Não o bastante, ainda recebemos frequentemente informações perigosas de falsas dietas através da internet e revistas sem cunho científico, que podem ser deletérias à nossa saúde.
 
Os diferentes padrões de dieta propostos se baseiam em modificações dos padrões alimentares da pessoa, como redução de determinado macronutriente (ex: carboidratos, gorduras saturadas), abolição de determinado grupo alimentar (ex: glúten), modificação da composição diária de macronutrientes (ex: aumento proporcional da ingestão de proteínas) ou grupos alimentares (aumento da ingestão de peixes, frutas e hortaliças), reeducação alimentar, através da suspensão e reintroducão gradual de determinados grupamentos alimentares (ex: carboidratos, frutas, cereais, leguminosas), omissão de refeições por períodos prolongados (ex: 16-18 horas), ou simplesmente, pela manutenção do padrão dietético habitual, mas com redução total da ingestão de calorias diárias. 
 
Se existem diversos modelos de dieta para perda de peso, é por que nenhum deles isoladamente foi eficaz o suficiente para resolver todos os problemas relacionados à abordagem dietética da obesidade. Daí, a necessidade de se pensar em métodos alternativos. Por outro lado, cada uma delas apresenta peculiaridades benéficas para que sejam consideradas como modalidade de tratamento dietético. Desta forma, qual é a melhor dieta a se seguir? 
 
 A maioria dos estudos clínicos que comparou diferentes tipos de dieta concluiu não haver grande diferença significativa na redução de peso entre os diferentes modelos. Cada plano alimentar apresentou vantagens e desvantagens comparativas, que permitiram a escolha individualizada para diferentes situações. Além disso, a redução do peso pareceu ocorrer pela diminuição da ingestão calórica diária total, e não pelo padrão nutricional sugerido por cada modelo de dieta. Desta forma, a maior importância deve ser dada à quantidade de calorias ingeridas, e não, a qual alimento específico a ser ingerido.
 
No momento de se escolher qual o plano dietoterápico do paciente, devem ser levados em consideração uma série de fatores, tais como: custos, preferências do paciente, rotina de trabalho e exercícios, praticidade, adesão a longo prazo, comorbidades (ex: diabetes, hipertensão, síndromes disabsortivas intestinais), experiências prévias, dentre outros. Somente a individualização permitirá uma melhor abordagem dietética, visando uma resposta ideal e duradoura. 
 
Ter em mente recomendações básicas, independentemente do plano alimentar escolhido é o principal pilar do tratamento. Desta forma, obter um déficit calórico diário e comer saudavelmente, aumentando a ingestão de nutrientes saudáveis e fibras (ex: frutas, saladas, vegetais, alimentos integrais), em detrimento de alimentos ultraprocessados (ex: refrigerantes, produtos industrializados), ricos em gorduras (ex: frituras, doces, defumados) e calorias vazias (ex: bebidas alcoólicas) é a principal medida a ser adotada. 
 
Assim sendo, não se preocupe em qual será a melhor modalidade dietética a seguir. A melhor dieta é aquela que você é capaz de fazer, desde que a mesma não resulte em danos à sua saúde, e seja eficaz na redução sustentada do peso. Não se engane com falsas promessas. Milagres dietéticos não existem. Perder peso saudavelmente é possível, através da escolha do melhor plano dietético para você. Individualizar é a melhor solução. Emagreça com saúde e feliz.

Compartilhe

Fale Conosco

Para conhecer mais sobre a nossa revista, enviar dúvidas, sugestões ou comentários você só precisa preencher os campos do formulário abaixo.