Revista Saúde Perss
CAPA | ENTREVISTA
Dra. Jodinéa Melo Maurício Cesário
Pediatra e Médica do Trabalho
CRM 52 7572-76
Revista Saúde Perss
Dra. Valquíria Arêas
Psicologia
CRP 05/47779
Pós graduada em psicologia cognitivo comportamental pelo ISECENSA
vgsareas@ig.com.br
ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL X ORIENTAÇÃO DE CARREIRA
A escolha profissional é uma entre tantas responsabilidades da vida adulta que o jovem precisa assumir, mas essa escolha tem se tornando cada vez mais difícil devido à grande oferta de profissões que vem surgindo. Além disso, outros fatores como o mercado de trabalho, as múltiplas possibilidades existentes em cada área, a pressão que algumas famílias exercem sobre o jovem nesse momento, além da concorrência pelas vagas nas universidades, tem favorecido para que os estudantes fiquem cada vez mais ansiosos e estressados, o que dificulta ainda mais esse processo de escolha.

Diante de tantas dúvidas, a orientação profissional auxilia o jovem nesse momento, pois trata-se de um acompanhamento por um período de tempo pré estabelecido onde o estudante passará por entrevistas, técnicas e testes psicológicos regulamentados com o objetivo de identificar sua vocação, seu dom, identificando suas características intrínsecas já que essa escolha depende de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. É muito importante que o jovem descubra suas habilidades, mas para isso muitas vezes ele precisa de ajuda.
 
Durante o processo de orientação profissional são realizadas pesquisas com o orientando sobre o que ele quer, as universidades que oferecem o curso, a questão do deslocamento, se é pública ou privada, pois quando se trata de sair da cidade de origem, todos os fatores devem ser avaliados e levados em consideração para que possamos reduzir as possibilidades de frustração com essa escolha, e também, para que juntos possamos identificar seu objetivo.
 
Através do processo de orientação profissional, o jovem esclarece dúvidas sobre várias profissões, evita a insatisfação com a escolha profissional e começa a delimitar qual o caminho deverá escolher, além de estabelecer seu perfil, sua identidade profissional.
 
Quando falamos em orientação de carreira, estamos falando das possibilidades que cada profissão oferece. A orientação de carreira auxilia o indivíduo que já passou por aquele momento inicial que ocorre no ensino médio quando o jovem precisa escolher sua profissão, já prestou vestibular, concluiu a universidade está satisfeito com sua escolha, mas ainda não criou sua identidade profissional.
 
Dentro de cada profissão existe um número enorme de possibilidades que podem ser escolhidas, são áreas de atuação que o profissional pode se identificar ou não. O papel do psicólogo nesse processo é auxiliar o orientando a identificar o seu perfil, aliando uma carreira que melhor se adeque ao seu estilo de vida.
 
Algumas pessoas já passaram por essa escolha e estão inseridas no mercado de trabalho, mas com o passar do tempo, perceberam que estão em uma área que não gostam, aceitaram por falta de opção na época ou por ter sido a primeira oportunidade de trabalho, mas agora, esse trabalho está se tornando insuportável. Muitas vezes, essa pessoa precisa encontrar a carreira adequada sem que precise mudar de profissão.
 
Nos dois casos, tanto a orientação profissional como a orientação de carreira, são passos muito importantes e que devem ser bem orientados.
 
Se você está passando por esse tipo de conflito, procure um psicólogo capacitado, ele poderá te ajudar, porém é importante ressaltar que o orientando não sairá do processo de orientação com uma escolha fechada, mas sairá conhecendo suas habilidades, competências, interesses e sabendo identificar a área profissional adequada às suas características, pois o psicólogo não pode decidir por ele, a escolha será sempre do orientando.

Compartilhe

Fale Conosco

Para conhecer mais sobre a nossa revista, enviar dúvidas, sugestões ou comentários você só precisa preencher os campos do formulário abaixo.