Revista Saúde Perss
CAPA | ENTREVISTA
Dra. Jodinéa Melo Maurício Cesário
Pediatra e Médica do Trabalho
CRM 52 7572-76
Revista Saúde Perss
Gileade de Souza Gonçalves
Fisioterapeuta
CREFITO 2 / n°. 82084-F
Especialista em RPG, formado pelo Instituto Barreiros e Victoni-SP
gileade.dsg@gmail.com
RPG
        A RPG pelo Reequilíbrio Proprioceptivo e Muscular é um método de avaliação e tratamento morfofuncional que integra os aspectos músculo esqueléticos (atuação direta), orgânico-viscerais (semi–direta) e psico-comportamentais (indireta), associando-os aos princípios de causalidade e individualidade, abordando o conceito de cadeias musculares e outras técnicas. É uma técnica de exercícios posturais criada na França pela fisioterapeuta Françoise Mézières com intuito de restabelecer o equilíbrio muscular através de posturas estáticas. Uma determinada cadeia muscular permanece em excentricidade, gerando um melhor alinhamento da coluna, consequentemente aliviando ou curando a dor.

        Dentre seus benefícios, além do combate a dor, melhora o funcionamento do sistema respiratório e realinha a coluna, proporcionando liberdade, leveza de movimentos e uma melhor qualidade de movimentos e uma melhor qualidade de vida.

         Em um desvio postural, o importante é reequilibrar as musculaturas, pois a retração de uma das cadeias faz com que a coluna sofra alterações que podem ser congênitas ou adquiridas ou ter como causa a atividade laboral, além de hábitos ou fatores emocionais.

         A RPG, além da globalidade, trabalha cada músculo específico dentro da sessão, através de uma série de recursos terapêuticos, baseando-se nos conceitos tradicionais associados a recursos manuais, miofasciais, articulares e  dinâmicos.

A postura é a base do movimento

        Equivalência motora: o ser humano é capaz de realizar o mesmo ato motor com diferentes segmentos corporais, desde que a memória motora esteja íntegra. A RPG irá “apagar” uma imagem corporal “errada” e “gravar” outro padrão treinado “correto”.

         São utilizadas posturas globais; intervenções específicas; posturas analíticas para o tronco, membro superior, membro inferior; reequilíbrio ocular, craniano e mandibular; reequilíbrio proprioceptivo de membros inferiores; reequilíbrio da mobilidade e reequilíbrio dinâmico.

Indicações

         A RPG é indicada para pessoas de todas as idades, com problemas que afetem o sistema osteomuscular: dores na coluna, lesões por esforço repetitivo (LER), bursites, torcicolos, desvios nos pés e joelhos, enxaquecas, tendinites, hérnia de disco, entre outros. É ainda poderosa ferramenta de prevenção em processos degenerativos, tais como: artroses, reumatismos, etc.

         Aplicadas em crianças e jovens, previne as consequências da má postura.

O tratamento

         A RPG trata o indivíduo como um todo e não só a doença. Cada pessoa tem uma maneira própria de reagir ante as agressões do ambiente (estresse, traumatismos), adotando determinados padrões para fugir da dor. Tais padrões adotados resultam em vícios posturais que mais tarde causam as dores, desconfortos e doenças.

         É feita uma avaliação minuciosa, onde todas as alterações posturais serão conhecidas, e a partir daí, o plano de tratamento será tratado adequadamente. São utilizados alongamentos, tensionamentos, exercícios, pompagens, trações e oito posturas básicas, que permitem que a origem do problema seja identificada e corrigida. Cada sessão dura em média 1h, podendo ser feita uma vez por semana ou mais, dependendo de cada caso.

         A RPG representa hoje o método de maior inovação científica dentro das metodologias corporais.

         Com os últimos avanços neurocientíficos, o campo do fisioterapeuta formado em RPG tornou-se muito mais amplo, além das alterações posturais hoje podemos trabalhar com pacientes que apresentam:  LER/DORT, pacientes neurológicos, hérnias de disco, atletas amadores e profissionais, mulheres em pré e pós-parto, disfunções craniomandibulares e cefaleias tensionais, disfunções oculomotoras, dores agudas e crônicas.

         Porém, o maior ganho será no aspecto dos resultados clínicos, por serem rápidos e não mais em longo prazo como nos outros métodos. Pois se estuda toda a patobiomecânica associando-a aos estudos das tensões dos órgãos internos e correlacionando tudo isso às condições psicomportamentais do paciente. 

         Assim chega-se finalmente a um verdadeiro tratamento integral e individualizado. A combinação desses procedimentos nos permite “preparar” o corpo para colocação e evolução nas posturas, que têm como objetivos eliminar as retrações das cadeias miofaciais através de um distensionamento lento, progressivo e gradual. 

         No desenvolvimento da postura, o posicionamento harmônico do corpo é mantido pelo cliente, através de contrações isométricas, trabalhando diretamente nos músculos que necessitam de tonificação. Desta maneira, agimos globalmente no indivíduo, colocando em harmonia todos os segmentos corporais.

Compartilhe

Fale Conosco

Para conhecer mais sobre a nossa revista, enviar dúvidas, sugestões ou comentários você só precisa preencher os campos do formulário abaixo.