Revista Saúde Perss
CAPA
Rad-Med
Revista Saúde Perss
ENTREVISTA
Dr. Carlos Mário Mello de Souza
Radiologia
CRM 52 32139-2
Revista Saúde Perss
Dr. Arthur Viana Manhães
Urologia
CRM 52 85577-4
Residência médica em urologia no Hospital Federal do Andaraí
vmarthur@gmail.com
VARICOCELE
        A varicocele consiste na dilatação anormal das veias do cordão espermático, que fazem a drenagem do sangue da região testicular. Também conhecida como: varizes testiculares ou varizes escrotais, ela provoca a elevação da temperatura dos testículos e pode provocar a infertilidade.

Causas

        As causas da varicocele ainda não são totalmente claras para a ciência, mas muitos especialistas acreditam que assim como no caso das varizes das pernas, a varicocele é causada por uma incompetência das válvulas presentes no interior das veias.

         Ocorre mais frequentemente do lado esquerdo, devido a fatores anatômicos da drenagem das veias do lado esquerdo da região testicular. Mesmo quando ocorre apenas de um lado, ela pode afetar a produção de espermatozóides em ambos os testículos.

Varicocele e a infertilidade masculina

         Embora muitos nunca tenham ouvido sequer falar na doença, ela é a principal causa de infertilidade nos homens. Ela está associada a alterações na produção e qualidade dos espermatozóides.

         O represamento de sangue ao redor dos testículos leva ao aumento da temperatura testicular. Os testículos estão situados na região escrotal fora do corpo, e isto tem seu motivo. É que a temperatura da testicular (a “fábrica” dos espermatozóides) deve estar entre 1,5 e 2ºC mais baixa que a temperatura do nosso corpo. A teoria mais aceita para explicar o papel nocivo da varicocele é que a sua presença aumenta a temperatura nos testículos e prejudicando assim, a produção de espermatozóides. Além disso, este sangue represado leva a um aumento de algumas substâncias tóxicas, como os radicais livres de oxigênio.

Sintomas de Varicocele

         Embora a sua principal consequência seja a infertilidade masculina, a varicocele também pode causar dor, desconforto e sensação de peso em região escrotal e, mais raramente, à diminuição do tamanho dos testículos (atrofia testicular). Ela pode também ocorrer de maneira assintomática.  

Diagnóstico de varicocele

         O diagnóstico é clínico, ou seja, é realizado durante uma consulta onde é realizado o exame físico do homem. Esta avaliação deve ser realizada com o homem de pé para sua adequada avaliação.

         Quando o exame físico é inconclusivo, o médico poderá solicitar uma ultrassonografia com doppler da região escrotal para uma nova avaliação.

         Normalmente, o médico urologista é procurado devido quadro de dor testicular. É importante uma adequada avaliação, para que outras causas de dor em região escrotal possam ser descartadas.

         Como a varicocele é assintomática em grande parte das vezes, um acompanhamento adequado e frequente com um médico urologista é recomendado para todos os homens.

Tratamento da Varicocele

          As indicações de tratamento estão relacionadas à quadro de infertilidade, o tratamento corretivo da varicocele está indicado quando:

Homens casados: varicocele clínica identificada ao exame físico; infertilidade conjugal;
Mulher: avaliação normal para a fertilidade ou com algum fator de infertilidade potencialmente tratável;

             Pelo menos 2 espermogramas alterados ou provas funcionais alteradas (teste de fragmentação de DNA espermático alterado) alteradas.

Adultos sem tentativa de gestação no momento:

Varicocele clínica identificada ao exame físico;
Pelo menos 2 espermogramas alterados;
Desejo futuro de fertilidade;
Se o espermograma apresentar resultado normal, repetir exame a cada 1 ou 2 anos.

Adolescentes:

Varicocele clínica identificada ao exame físico;
Assimetria testicular (testículo com volume alterado em relação ao contralateral).

         Quando indicado, o tratamento padrão é realizado através de procedimento cirúrgico. Durante a cirurgia, as veias dilatadas são ligadas impedindo-se assim, o refluxo de sangue através destas veias. O tratamento pode também ser realizado através da embolização das veias dilatadas.

         A reparação de varicoceles apresenta relativamente poucos riscos para o homem, os quais podem incluir: acúmulo de líquido em torno dos testículos (hidrocele) devido a ligadura de vasos linfáticos durante a cirurgia; danos a uma artéria, diminuindo o fluxo de sangue para a região testicular podendo acarretar atrofia testicular.

         O propósito do procedimento é interromper o refluxo de sangue pelas veias dilatadas. Para tanto, há diversas abordagens cirúrgicas.

Compartilhe

Fale Conosco

Para conhecer mais sobre a nossa revista, enviar dúvidas, sugestões ou comentários você só precisa preencher os campos do formulário abaixo.