Revista Saúde Perss
CAPA | ENTREVISTA
Dra. Rejane Teixeira de Azevedo
Farmacêutica
CRF 13824
Revista Saúde Perss
Dr. Carlos Fabian Seixas de Oliveira
Médico-Oftalmologista
CRM 5270262-5
Diplomado pela FMC
Membro do CBO e SBO
carlosfabian@globomail.com
COMO PREVENIR E TRATAR O CANSAÇO NOS OLHOS
         Vivemos numa era digital. Computadores, smartphones e tablets fazem parte do nosso dia a dia. Com eles, interagimos com amigos pelas redes sociais, estudamos, nos divertimos, trabalhamos, enfim, seu uso é imprescindível e importante. Mas, não é por isso que devemos ser escravos dos mesmos, deixando-os trazer consequências deletérias para nossa saúde, pois estes equipamentos devem nos servir, e não, o contrário. Uma das queixas mais comuns nos consultórios oftalmológicos é o cansaço ocular, sensação de ciscos dentro dos olhos além de ardência, principalmente, após um longo período à frente de um computador ou de um smartphone. Entre os jovens, essas queixas estão entre um dos principais motivos que os levam ao oftalmologista.

         Em uma estatística recente, entre 70 e 90% da população mundial sente algum tipo de desconforto visual ao passar muitas horas em frente à tela. A fadiga ou popularmente cansaço ocular, já é considerada um problema de saúde, fruto da vida moderna e que atinge 60% das pessoas com menos de 40 anos.

          Quando nossos olhos se concentram por muito tempo em um mesmo ponto, eles fazem ajustes imperceptíveis e incontroláveis para obter o foco. Estes são chamados de "microflutuações da acomodação visual" e são realizados por meio de contrações de músculos dentro dos nossos olhos. Ao realizar um esforço contínuo e por muitas horas, como qualquer outro músculo, ocorrerão nos mesmos um estresse das funções oculares e daí o cansaço, ficando o olho incapaz de promover o foco do objeto e levando a fadiga.

Entre os sintomas mais comuns da fadiga ocular estão:

Dificuldade de focar imagens;
Visão turva;
Flutuações na percepção de cores;
Dor de cabeça;
Dor nos olhos;
Olhos vermelhos e ressecados;
Sensação de cisco nos olhos;
Dores no pescoço, ombros, costas
Irritabilidade e tonturas.

         Para melhorar e prevenir esses sintomas, é importante conhecer algumas orientações. São hábitos simples que incorporados ao dia a dia são de grande valor e evitam desconfortos e melhoram a produtividade seja trabalhando, estudando ou mesmo se divertindo em frente às telas digitais:

Piscar ajuda na manutenção da umidade dos olhos e na produção da lágrima. Parece algo corriqueiro e automático, mas quando estamos à frente da tela de um computador ou celular piscamos menos; e com isso, produzimos menos lágrimas levando a vários dos sintomas citados;
Evitar a incidência direta do ar condicionado ou ventilador no rosto;
Limpe sempre a tela do computador para facilitar a visualização das imagens;
Mantenha a tela a uma distância mínima entre 40 a 60 cm dos olhos;
Umidificar o ambiente com umidificadores ou um vaso com água auxiliam no aumento da umidade local; 
Olhar por alguns minutos para um ponto no infinito, também auxilia a atenuar a fadiga nos olhos.

         Além dessas dicas é importante fazer exames oftalmológicos anuais; nunca pingar colírios sem indicação médica; o uso de compressas frias com água filtrada ou mineral pode ser útil para aliviar os sintomas; e, para descansar a vista efetivamente devemos descansar o corpo, através de uma boa noite de sono.

         Você já ouviu falar sobre palming? Não? Eu explico: palming é um exercício eficiente que consiste em cobrir os olhos com a palma das mãos. São indicados por proporcionar descanso total da visão e é uma das melhores formas de relaxar os olhos, descansando por completo o nervo óptico. O exercício pode ser feito a qualquer hora do dia mas preferencialmente pela manhã logo após acordar ou à noite, antes de dormir. O palmingé feito da seguinte maneira:

* Encontre um local e posição confortável, geralmente sentado e com os cotovelos apoiados em uma mesa;
* Friccione as mãos para aquecê-las, feche os olhos e cubra-os com as palmas das mãos em forma de concha, a fim de não tocar o globo ocular;
* Impeça ao máximo a entrada da luz e permaneça cobrindo-os por 3 a 5 minutos, respirando profundamente e sem exercer pressão sobre os olhos;

         O palming é um exercício que deve ser feito a cada 2 ou 3h à frente do computador ou exercendo alguma atividade cansativa para os olhos.

Compartilhe

Fale Conosco

Para conhecer mais sobre a nossa revista, enviar dúvidas, sugestões ou comentários você só precisa preencher os campos do formulário abaixo.