Revista Saúde Perss
CAPA | ENTREVISTA
Dr. Rogerio Venancio
Cirurgião Plástico
CRM 5231757-4
Revista Saúde Perss
Dra. Paula Cabral
Nutróloga
CRM 52 52956-1
clinicahagla@uol.com.br
PLANO DE AÇÃO PARA REDUZIR PESO
Por que tanta gente sabe planejar tarefas dificílimas e na hora de planejar ações para a sua vida, fica inerte? Nosso organismo é igual a uma empresa e, como tal, devemos encarar as oportunidades e ameaças, os pontos fortes e fracos. Devemos definir as metas para possuir uma autoestima elevada e nos sentirmos mais seguros para o processo decisório.

É simples! Fazer um plano de ação para reduzir o peso é como fazer qualquer outro plano de ação. A única diferença é que a responsabilidade não poderá ser delegada a ninguém.

Plano de ação - o que eu quero?
Reduzir meu peso

O que deve ser feito?
Entender o processo digestivo e os mecanismos que aumentam o peso; 
Reeducação Alimentar;
Atividade física aeróbica (bicicleta, esteira, caminhada...);
Tomar 2 a 3 litros de água por dia.

Quem é o responsável?
Eu, eu e eu.

 Por que a tarefa deve ser executada?
Perda da qualidade de vida;
Baixa autoestima;
3 manequins no armário;
Mau humor.

Meta?
10 quilos.

Prazo?
10 semanas;
Fracionamento da meta: 1 quilo por semana.

É surpreendente que tanta gente acredite ser possível colher antes de plantar, mas o fato é que as realizações são dadas a quem faz por merecer. Sem tomar decisões não são feitas escolhas, sem iniciativa, nada se faz e assim, nada vai mudar.

Dieta fisiológica 
Cada tipo de alimento precisa de substâncias específicas para sua digestão. Em certos casos, a enzima necessária à digestão de um alimento pode ser inibida pela presença de outro alimento, prejudicando sua digestão. As substâncias envolvidas na digestão atuam em sincronismo aguardando a hora de sua ação. Se este ritmo perfeito for respeitado, o organismo trabalhará tranquilamente e os produtos da digestão serão encaminhados ao seu local de absorção sem transtornos.

A dieta baseia-se na forma de funcionamento do nosso organismo e na absorção dos nutrientes de acordo com as etapas da digestão. O sistema:
Não usa medicamentos;
Não conta calorias;
Não pesa comida;
Não usa alimentos diets ou lights.


Com isso, é possível afirmar que nenhum alimento engorda desde que você saiba comer. O que engorda não é o que você come, e sim, a maneira como você come. Por isso, precisamos aprender a diferença entre a necessidade de alimento (fome) e a vontade de comer (apetite).

Almoço: salada, bife, batata.
Jantar: caldo verde de couve-flor com brócolis, couve mineira e cubinhos de carne.

 


Compartilhe

Fale Conosco

Para conhecer mais sobre a nossa revista, enviar dúvidas, sugestões ou comentários você só precisa preencher os campos do formulário abaixo.